Dos lugares (e bares) que deixaram de existir

Belo dia desses, um amigo meu me telefonou. Não, ninguém havia morrido, ninguém estava doente. Mesmo assim, quando alguém me liga, presumo que é algo urgente. Esse amigo meu e eu convivíamos bastante no ano de 2013 e tínhamos um bar que gostávamos de chamar de nosso no entorno da Rua Augusta: A cerveja era barata e sempre era possível levar alguém pra cama sem muita dificuldade. Os garçons eram cordiais e o dono do bar estava sempre mais bêbado que todo mundo.

Quando atendi o telefone, recebi a notícia com pesar. O bar havia fechado! Eu havia passado quatro anos da minha vida pensando naquele bar, relembrando histórias, contando-as. Mesmo assim, como num passe de mágica, o lugar estava fechado. Não sabemos exatamente o que aconteceu, ainda que tenhamos tentado pesquisar. Alguns dizem que o dono dele ganhou na loteria, outros dizem que ele simplesmente faliu. O fato é que ele tinha fechado as portas de um lugar que um dia tinha significado algo, pouco importava o que tinha acontecido além disso.

Mas, pensando bem, eu nem pensava mais naquele bar. Desde que eu deixei de frequentá-lo, ele simplesmente deixou de existir. Tudo o que aquele bar era para mim era uma ideia, um pensamento de quem eu algum dia fui. Se eu passasse pela frente dele e decidisse entrar para tomar uma cerveja, eu provavelmente ficaria mais decepcionado do que se eu tivesse partido um dos dentes da frente. Você vê? Os lugares não são tão importantes – eles são quase descartáveis. Fazemos dos lugares que visitamos uma espécie de santuário religioso: colocamos neles nossas memórias, um pouco do nosso coração…

E então partimos!

Nunca olhamos para trás ou voltamos para aqueles lugares. Quando os deixamos, é como se eles deixassem de existir e passassem a existir somente dentro da gente. Quando voltamos para eles, é como se eles nunca tivessem existido. Os lugares, pouco importam. Haverá sempre um outro lugar para se ir e um outro depois que esse novo lugar se fechar. E eles sempre deixarão de existir, de uma forma ou de outra.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s