Putas do mundo, uni-vos!

Ah, as putas! Como são belas as putas que nos mostram o mundo como ele realmente é! Dizem que não podemos dizer a palavra ‘puta’, pois há muito tempo deixou de ser uma palavra correta. Na minha humilde opinião, não estamos usando essa palavra o suficientemente bem – o que seria de nós sem as putas? De todos nós? O que seria de nossos pais? Nossas mães? O que seria de todos nós sem a nossa puta favorita – o mundo?

Sim, o mundo é a puta de todas as putas. Todos nós somos putas de alguma forma. Putas do padre, putas do pastor ou putas daquele político predileto. Particularmente, eu nunca vi essa palavra de um jeito tão ofensivo assim… Mas o que diabos há de errado em nos denominarmos como as putas que sempre fomos? É tanta puta nesse mundo! No momento, são mais de 7,2 bilhões de putas o habitando – sim, habitando a maior de todas as putas – o planeta Terra.

Não importa com quantas pessoas você foi para a cama, nem quantas doses você bebeu hoje. De alguma forma, você é puta de algo, de alguém. Todo esse pudor quanto à natureza humana não pode nos levar longe… Veja bem, agimos como putas descontroladas o tempo todo, por qualquer motivo. E nem peço perdão para as mulheres que fazem sexo por dinheiro. Estas, pelo menos, estão recebendo algum trocado para serem putas – enquanto nós fazemos isso de graça. Elas deveriam nos processar, só pela concorrência. Todos nós. Todos os 7 bilhões e poucos de putas espalhadas por aí.

Eu não ligo pro tamanho das roupas que você veste, nem com quantas pessoas você dormiu, nem se dormiu com algumas delas por puro interesse. Não é isso que te faz uma puta. Veja bem, eu dormi com uma série de pessoas, e com algumas por um natural interesse. O que faz com que todos sejamos putas é a nossa própria ideia sobre as putas. É como se todos estivéssemos guardando um segredo sombrio: a puta do padre, a puta do pastor, a puta do político de estimação, a puta do Stalin, a puta do Hitler, a puta de Jesus. Todos e todas são putas de alguma forma. E deveríamos ser mais! Todos aqueles que fazem você ser uma puta foram um dia a puta de alguém – e continuam sendo, mesmo depois da morte… Por que uma vez puta, sempre puta.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s