Você não pode se proteger da vida pra sempre

Você sabe o que a borboleta pensa quando ela sai do casulo? Ela não pensa nada! Ela simplesmente segue em frente, aprende a usar suas asas, segue seus instintos, descobre o melhor jeito de conseguir alimento. Ela vai ver o mundo!

É claro, ela provavelmente fica um pouquinho assustada. Dentro do casulo, teve todo seu processo de metamorfose protegido e nenhuma preocupação sobre o que acontece no mundo lá fora. Sair do casulo e encarar o mundo deve ser tão assustador quanto deixar o ventre de nossas mães, não é mesmo? Mas mesmo assustada com o tamanho de tudo e com os predadores e armadilhas do mundo, ela não teme. Ela não teme pois sabe que ela não poderia se proteger do mundo lá fora, e já sabia disso mesmo quando estava dentro do casulo.

Temos algumas coisas para aprender com as borboletas. Estamos sempre buscando uma autoproteção, procurando por garantias de que não vamos nos ferir ou entrar em perigo. Você já ouviu aquela frase de que a vida é como pular de um avião sem paraquedas? É mais ou menos por aí… O que não nos contam sobre a vida é que nós também podemos voar. Mais do que isso: nós precisamos voar, assim como as borboletas.

Ambos já deixamos nossos casulos, nós e as borboletas, mas só elas parecem ter a liberdade para ver o mundo e deixar que as coisas simplesmente aconteçam. Elas não querem voltar para o casulo. Nós, mesmo assim, buscamos proteção constante da vida, como se estivéssemos o tempo todo sob ameaça. É quase como se quiséssemos voltar para a barriga de nossas mães, não é?

Essa é a principal diferença entre nós e as borboletas. Elas entendem que elas não podem mais ser protegidas o tempo inteiro. Elas entendem que não podem desaprender a voar. Nós, quando saltamos por uma vez, tememos que não consigamos saltar de novo (e o mesmo vale para quando aprendemos a usar nossas asas). Com medo de não conseguir saltar de novo, nunca mais saltamos. Simplesmente ficamos ali, com os pés no chão, procurando alguma forma de nos proteger.

E ainda chamam os homens covardes de insetos…

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s