Sobre derrubar elefantes

Nada pode ser mais contraditório do que uma tentativa de se reafirmar na medida de suas próprias inseguranças. O mundo é forte demais para assegurar algo para os fracos, por mais bondoso que ele possa ser às vezes. O mundo gira para que tu se torne mais forte: ele precisa ser conquistado todos os dias, ele precisa ser compreendido, quase amado.

Um dos princípios básicos do jeito que o mundo funciona é a liberdade. Ser livre o torna forte, experiente, com aquele sentimento de que você pode fazer qualquer coisa. Você não se pergunta “o que será que aconteceu?”, você simplesmente compreende todos os acontecimentos e tenta lidar com os cacos de vidro e com as coisas que você perdeu dentro de si mesmo.

Um homem (ou uma mulher, vocês entendem) que abdica de sua liberdade, abdica de sua força, de seu espírito. O mundo não irá lhe reconhecer como um ser humano, mas sim como um parasita, um intruso que deve ser expulso imediatamente ou, nos piores casos, um intruso que fica estagnado, imperceptível, andando de um lado para o outro procurando por sua alma sem ser notado, tampouco sabendo que ao abdicar de si mesmo lançaria sua alma ao espaço e não a recuperaria facilmente.

A única coisa que está na cabeça daqueles que não se contentam com o parasitismo é conquistar o mundo. Não escravizá-lo, nem tornar-se seu dono, mas sim conquistá-lo verdadeiramente – de um jeito que você sorri para o mundo e o mundo sorri de volta para você. Essa é a única coisa que deve estar em seus planos.

Um elefante, por exemplo, nunca se torna um parasita. Ele nasce como elefante, vive como elefante e morre como um elefante. Ele não tenta ser outra coisa e nem abre mão da sua liberdade sem lutar. O elefante não se perde de si mesmo. Precisamos cultivar o coração do elefante em nosso próprio peito.

OBS: Essa é uma releitura de um texto intitulado “Sobre Derrubar Elefantes”, publicando no meu antigo blog “Sexo, Mar de Sangue & Garotas Canibais” em 18 de março de 2018. Tem uma mensagem sutil nesse texto. Espero que você a encontre.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s