“Não precisa correr tanto; o que tiver de ser seu às mãos lhe há de ir”: a grande lição de Machado de Assis pra os tempos modernos

Em ‘Dom Casmurro‘ Machado de Assis escreveu: “Não precisa correr tanto; o que tiver de ser seu às mãos lhe há de ir”.

Naturalmente, são várias as lições de grandes autores da história da humanidade que podem ser aplicadas na atualidade. De fato, avançamos muito, mas ao mesmo tempo avançamos tão pouco. Não somos nem tão sofisticados quanto poderíamos ser, nem tão primitivos como fomos um dia. Mas essa frase talvez seja um dos grandes legados que Machado de Assis deixou para os tempos modernos.

Vivemos em um ritmo alucinante e desenfreado! Estamos com tanta pressa que por vezes parece que estamos em dois lugares ao mesmo tempo. Na verdade, o mundo moderno gira tão rápido que dificilmente podemos nos dar ao luxo de vivermos no presente. Você trabalha pensando no fim de semana e no fim de semana vive pensando na segunda-feira de manhã.

E o motivo pelo qual corremos tanto é que sentimos a necessidade de abraçar o mundo, de dominá-lo, de nos tornarmos maiores do que ele. Não podemos ganhar menos do que os nossos amigos nem podemos saber menos do que os nossos vizinhos. Temos essa ilusão de que se corrermos o bastante, talvez deixaremos de sermos humanos e enfim nos tornaremos deuses eternos.

“Não precisa correr tanto; o que tiver de ser seu às mãos lhe há de ir”.

O que isso significa, afinal?

Não faltam interpretações para a frase de Assis! Mas particularmente, creio que o escritor brasileiro estava simplesmente nos dizendo para desacelerar, quem sabe apostar um pouco no destino. Ir devagar, talvez, seja tudo o que precisamos nos tempos modernos. Trata-se de acreditar que estamos destinados a algo no mundo e que se corrermos demais, possivelmente acabaremos perdendo todo o propósito da vida.

A frase não é sobre manter-se inerte e acreditar que você irá receber tudo de mão beijada. Definitivamente não! Continue trabalhando duro, mas não há necessidade de correr tanto assim.

Você terá as chances para conseguir aquilo que quer e para se tornar a pessoa que você nasceu para ser! Creio que é isso que Machado de Assis quis dizer com essa frase, dentro do contexto de sua obra. Você pode correr para conseguir o que está destinado a ser seu, mas não precisa correr tanto! Acredite um pouco mais no destino e em si próprio, não seja mais um daqueles que correm tanto que não conseguem chamar o mundo de ‘lar’. Não troque a vida pela pressa! Lembre-se sempre: “Não precisa correr tanto; o que tiver de ser seu às mãos lhe há de ir”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s