Boechat era o nosso norte, aquilo que deveríamos ser enquanto seres humanos

Eu realmente gostava de acordar cedo e ligar na BandNews para ouvir os comentários e pitacos do jornalista Ricardo Boechat, que faleceu no início da tarde de hoje (11/2) em um desastre aéreo em São Paulo. Cheguei inclusive a mudar do programa de rádio que ouvia anteriormente para a BandNews. O ‘Buemba, Buemba‘, com José Simão, era (ou ainda continuará sendo, de outra forma) igualmente sensacional, um puro momento de descontração tão necessário no mundo em que vivemos hoje.

Posso dizer sem sombra de dúvida que era o meu jornalista predileto, mas isso vai muito além de uma questão de preferência ou de simplesmente ‘ir com a cara’ de alguém. Boechat se fazia extremamente necessário, pois ele tinha de sobra algo que nos falta no momento atual: lucidez.

São tempos sombrios e estranhos, não são? E há pouca gente em que podemos confiar, sobretudo na mídia. Eu realmente confiava nele, mesmo quando discordava de algumas de suas opiniões, pois sabia que aquilo que ele dizia não tinha sido vendido a ninguém. Não era um homem que estava à venda, no cenário sujo do jornalismo brasileiro, grotesco o suficiente para enojar qualquer profissional que tenha permeado esse meio.

Boechat era o nosso norte; aquilo que deveríamos ser enquanto povo: não poupava as críticas independentemente de seu posicionamento ou das suas relações de amizade com aqueles que criticava. Ia além (muito além) do fanatismo daqueles que idolatram políticos como deuses. Ele entendia como as coisas funcionavam, era uma voz que entoava pelos insatisfeitos com um incomparável toque de acidez e uma inigualável inteligência.

Sem Boechat, perdemos uma voz importante, única. Fica o exemplo do homem que representa o que deveríamos ser enquanto seres humanos: críticos, porém sem perder a alegria e o bom humor; com aptidão para voltar atrás; compreendendo nosso papel na sociedade. Vai o homem, fica o exemplo. Quem sabe algum dia, por mero descuido, possamos aprender as lições que ele nos deixou.

Anúncios

ComentAnderson

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s