Pare de ‘SUPER-ANALISAR’ tudo

Você se lembra de quando era uma criança? Pode ser que eu esteja sendo muito ousado, mas se você teve a sorte de nascer em uma família boa (e aqui eu falo de uma família boa no sentido de bondade mesmo, não de uma família rica) você provavelmente não tinha grandes preocupações, certo? Você pensava sobre brinquedos, sobre jogos de videogame, sobre brincar na rua.

E, obviamente, você cresceu. Depois da adolescência (e até mesmo durante) as coisas mudaram pra você. Você pegou essa mania irritante de analisar tudo em excesso, de pensar de mais, de querer que tudo fosse perfeito. E quando as coisas não saem exatamente como o seu excesso de planejamento (e não necessariamente de ação) tinha as imaginado, você sente que o destino lhe passou a perna.

E então você continua analisando… Começa a pensar no que faria de diferente, nos pontos em que errou. Vai tão para dentro da sua cabeça que você começa a sequer perceber as oportunidades ao seu redor. Quando você enfim se depara com alguma oportunidade, corre o risco de não aproveitá-la, de tanto pensar exatamente no que você tem que fazer, esquecendo-se de que você é um ser humano errante por natureza.

A vida não vem com um manual de instruções. Nós precisamos correr alguns riscos de vez em quando e um pouquinho de análise sobre as coisas não faz mal algum, é inclusive saudável. Você não iria saltar de paraquedas sem um pouco de análise e planejamento, certo? Você precisa conhecer o equipamento e os movimentos, pois, do contrário, você vai se espatifar no chão.

O que você precisa fazer, se me permite, é parar de ‘super-analisar’ tudo. Quase nunca as coisas saem exatamente como nós planejamos. E há sempre a chance de termos planejado demais algumas coisas e esquecido de outras. Você não precisa voltar a ser uma criança… Você percorreu um grande caminho para deixar de ser uma. Mas pegue um pouco daquele seu tenro instinto infantil e pare de pensar demais e fazer de menos. De vez em quando, corra os riscos. Do contrário, você irá olhar um dia para trás e, bem… Ficará analisando a esmo as oportunidades que você deixou passar, apenas por precisar analisar demais.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s